Se você se jogou na onda do Goji Berry para emagrecer e trazer benefícios à saúde,agora  está na hora de conhecer a pitaya.

A Pitaya é o fruto de várias espécies de cacto hemiepífitas, e especialmente aqueles da espécie Undatus Hylocereus. Do México e estendendo-se para a América Central, as videiras selvagens cacto-como foram importadas para o Vietnã por colonos franceses no início do século XIX. Inicialmente, os frutos lá foram reservados para a família real e a burguesia local. De onde, então,se tornou o primeiro produto de exportação do Vietnã. Agora é hora  de conhecer a pitaya e saber como ela pode beneficiar você!!

Eles agora são cultivadas e apreciadas em todo o Sudeste da Ásia e da costa sudeste da China. A pitaya pode medir até dez centímetros e pesa cerca de 350 gramas. Sua carne é comestível e se assemelha, em textura  ao kiwi com a presença de pequenas sementes pretas, no entanto, com um sabor muito mais doce.

É bom saber: há também pitayas com casca amarela.

Seu sabor é semelhante ao de melão, pêra e kiwi.

Nota: a casca pitaya não é comestível e tem um sabor muito amargo.

BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

Para a saúde, a fruta tem uma contribuição muito importante, pois ao consomir apenas  100 gramas de fruta pitaya , você será beneficiado com gorduras insaturadas benéficas no seu metabolismo cardiovascular, ingestão de vitaminas A, C, cálcio, minerais, alguns gramas de carboidratose  fibras.  Tudo isso em apenas 60 kcal! Ao contrário do que sugere sua aparência e forma, seu gosto está longe de ser muito marcante ou ativo. Em vez disso, agrada muito o paladar, com seu sabor levemente adocicado.

Nota: Recomenda-se consumir a pitaya na parte da manhã, quando os níveis de açúcar do corpo estão baixos.

A pitaya é  particularmente indicada nos seguintes casos:

  1. distúrbios digestivos como prisão de ventre, porque promove o trânsito intestinal;
  2. problemas cardiovasculares;
  3. doenças respiratórias;
  4. diabetes que evita os efeitos colaterais, como a rigidez dos vasos sanguíneos;
  5. hipertensão;
  6. doenças auto-imunes ou sintomas inflamatórios nas articulações.

Finalmente, a polpa da pitaya pode ser usada em produtos cosméticos e ser aplicada:

  1. na pele do rosto  para contra a acne;
  2. na pele do corpo para queimaduras causadas por exposição excessiva à luz solar;
  3. em cabelos coloridos para prolongar a vida da coloração.

É bom saber: a pitaya pode, contudo, causar alergias ou intolerâncias alimentares.

Sinta-se livre para consumir como suco, sobremesa ou salada de frutas. Alguns podem achar o seu sabor muito leve. Por que não dar um  gosto usando como um ingrediente para fazer uma boa vitamina?